Português Italian English Spanish

Artur Virgílio sobre Bolsonaro:"Covarde", "cretino", "nojento", "imbecil", "analfabeto" e "primata".

Artur Virgílio sobre Bolsonaro:"Covarde", "cretino", "nojento", "imbecil", "analfabeto" e "primata".


A continuidade de Bolsonaro no comando do país é um assassinatos em série, disse o prefeito de Manaus em sua LIVE desse domingo. Artur Virgílio disse que trará Greta Thunberg para Manaus afim de somar esforços no combate ao vírus que assola o Brasil, finalizou Artur. Artur Virgílio Neto fez uma transmissão ao vivo para explicar as ações de combate ao coronavírus em Manaus, porém não se aguentou e começou a atacar e ofender a Bolsonaro.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), chamou Jair Bolsonaro de "assassino indireto" por "incitar as pessoas a saírem às ruas, violando o isolamento social, melhor arma contra a covid-19".

"Para mim, Bolsonaro não passa de um palhaço", disse Virgílio, de acordo com reportagem do colunista Josias de Souza, do UOL.

"Bolsonaro é nojento. Não tem o direito de mexer com a memória do meu pai. Não chega aos sapatos dele. Não pode se meter com um homem honrado, que não é da sua laia, chegada a rachadinhas", disse ele, rebatendo as afirmações feitas por Bolsonaro em vídeo da reunião ministerial, em que atacou o pai de Virgílio.

"Não sei que outras moléstias esse sujeito tem além da mental. Mas há algo no seu coração perverso, capaz de tocar em feridas que estão sepultadas", acrescentou o prefeito, citando a Anistia, como um movimento de perdão recíproco. "Fiz uma grande amizade com o senador Passarinho, que foi signatário do AI-5, o ato que levou à cassação do meu pai. Passarinho morreu sob a minha tristeza. Eu era mais ligado a ele do que ao Paulo Borssard. Bolsonaro, no entanto, é incapaz de esboçar sentimentos elevados. É um cretino."

"Analfabeto, Bolsonaro não conhece história. Só decorou a lista de quem foi cassado ou perdeu a vida, e os nomes dos torturadores, que idolatra. No mais, se perguntar quem descobriu o Brasil, ele não saberá dizer", disse.