Português Italian English Spanish

Dificilmente o Orkut terá o esplendor dos anos 2000 e será uma Rede Social para nostálgicos.

Dificilmente o Orkut terá o esplendor dos anos 2000 e será uma Rede Social para nostálgicos.


 

Dono do Orkut em foto oficial antes da coletiva à imprensa.

O anúncio feito pela Google do retorno da primeira plataforma em rede social que foi desligada há 8 anos e nasceu há 18, causou nostalgia nesta quinta-feira, 28 de abril.
Especialistas em redes sociais acreditam que o retorno do Orkut não irá empolgar e deverá se transformar numa rede social de nostalgia. Dificilmente acompanhará o Twitter e muito menos a força do Instagram e Facebook. Em tecnologia, dificilmente o que foi um dia retorna com a mesma força. O Orkut era interessante nós computadores e notebooks nós anos 2000. Com o mobile (celulares) que determinam 98% dos acessos às redes sociais do mundo, dificilmente o Orkut conseguirá o esplendor entre 2004 e 2010 (auge da rede social).

A plataforma da rede social foi reativado à meia noite. Seu criador, o programador turco Büyükkökten, anunciou o retorno em mensagem assinada no site e informou estar construindo algo novo.

Há especulações que a reativação do Orkut se deu após a compra do Twitter pelo bilionário Elon Musk. O também bilionário turco Orkut Büyükkökten resolveu tornar o Orkut competitivo com o Twitter e deixá-lo com aspectos do Twitter e também com as características de origem do Orkut (as famosas comunidades).

O Orkut foi a plataforma mais famosa dos anos 2000. "Eu sou uma pessoa otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo”, diz o texto, publicado em inglês e português. “É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!”, disse 
Orkut Büyükkökten em coletiva à imprensa na Califórnia, Estados Unidos.