Português Italian English Spanish

PRESIDENTE FALA DE LEALDADE, QUE ESQUERDA NÃO PODE VOLTAR E CULPA GOVERNADORES!

PRESIDENTE FALA DE LEALDADE, QUE ESQUERDA NÃO PODE VOLTAR E CULPA GOVERNADORES!


 

Em sua live desta quinta-feira, 28 de abril, o Presidente Jair Bolsonaro disse sobre  as pensões que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) recebe em quatro estados brasileiros. Ele também aproveitou o momento para afirmar que não quer a esquerda no poder.

“Como ela trabalhou, hein?”, declarou o mandatário da República durante transmissão.

Bolsonaro comentava a decisão da Comissão de Anistia que negou um pedido da ex-presidente para uma indenização de R$ 10,7 mil mensais por perseguição na ditadura militar.

Ele disse que Dilma poderia ter o pedido aprovado caso a esquerda voltasse para o poder, o que ele "espera que não aconteça".

O Presidente também disse hoje que confia em todos os novos e antigos ministros do seu governo e que negou que algum deles possam ser retirados do cargo neste momento. 

O que a imprensa faz para esconder muita coisa, lança uma fake news. 'Bolsonaro avalia tirar Carlos França do comando do Itamaraty', nem passou pela minha cabeça, nenhum ministro está na marca do pênalti.

“Inflação tá no mundo todo. Essa crise, esses problemas, né, a pandemia. A péssima condução por parte de muitos governadores levou a esse caos. Se não fôssemos nós, ao conceder o auxílio emergencial lá em 2020, e uma parte de 2021, como estariam as pessoas?”, disse.

“E, agora, vêm uns candidatos aí, que nem são governadores, e querem colocar a culpa em mim. Na inflação, nos combustíveis, no preço da energia elétrica. O que os governadores que são simpáticos ao Lula fizeram? Impuseram as maiores medidas restritivas em todo país”, afirmou o presidente.

O Presidente terminou sua live falando sobre o valor da lealdade que alguns tiveram com ele e que retribuirá no momento certo, fazendo alusão que será cabo eleitoral daqueles que foram leais e fiéis a ele.