Português Italian English Spanish

RO TEM O 2.º MELHOR CRESCIMENTO NA GERAÇÃO DE EMPREGOS DA REGIÃO NORTE!

RO TEM O 2.º MELHOR CRESCIMENTO NA GERAÇÃO DE EMPREGOS DA REGIÃO NORTE!


 

O estado de Rondônia teve crescimento acima da média nacional na geração de empregos em maio de acordo com o CAGED/Ministério do Trabalho. A região Norte foi a segunda melhor do país no crescimento dos empregos com carteira assinada, correspondendo a 0,83%, atrás apenas da Região Centro-Oeste e superando o Sul e Sudeste.

RO teve a terceira melhor posição da região Norte com 1987 postos criados em maio e o que mais cresceu comparado ao levantamento anterior do CAGED, onde a terceira posição era do Tocantins e agora pertence a Rondônia. 

O crescimento de empregos com carteira assinada teve um crescimento de 36,5% em RO. Comparado ao último levantamento que foi de 1454 em abril, Rondônia registrou 1987 em maio, o segundo maior crescimento da Região Norte, atrás apenas do Amazonas.

Outra notícia boa é que o Estado de RO está entre os 8 estados que mais cresceram proporcionalmente na geração de empregos no país.

Os setores da construção civil, serviços e agronegócio foram os responsáveis no sucesso do crescimento na geração de empregos em RO no mês de maio de 2022.

O Brasil registrou um saldo de 277.018 novos empregos formais. Segundo os dados do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que o Ministério do Trabalho e Previdência divulgou hoje (28), no mês passado foram registradas 1.960.960 contratações com carteiras assinadas e 1.683.942 desligamentos.

Já o total de trabalhadores celetistas – ou seja, com vínculo formal de trabalho e direitos e deveres regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – aumentou 0,67% em relação ao resultado de abril deste ano, passando de 41.448.948 para 41.729.858.

Todas as cinco regiões brasileiras também tiveram saldo positivo, com destaque para o Centro-Oeste, cujo índice variou 0,94%, com um saldo de 33.978 vagas de emprego formais. Em seguida vêm o Norte (+0,82%, +16.091 postos, respectivamente); Nordeste (+0,73%, +48.847 postos); Sudeste (+0,69%, +147.846 postos) e Sul (+0,33%, +25.585 postos).